Bulauê Kasô Tema

Bulauê Kasô Tema de Monte Mário

Um dos grupos mais antigos da zona, criado ainda nos anos 1970. Os instrumentos musicais do grupo anterior, socopé Novo Brasil, foram reutilizados para acompanhar os convívios, particularmente durante a estada na zona dos estudantes da cidade que em 1977 participaram num Campo de Férias organizado em Ribeira Peixe. A influência deste evento na formação ou na definição do grupo de bulauê de Monte Mário até agora é sublinhada pelos habitantes da localidade (Entrevista 89.2020).

Um dos primeiros membros do grupo chamava-se Virgílio, vulgo Cão. Ele dirigia o grupo nos primeiros anos da sua atividade e era responsável pelo repertório. A partir de 1980, o senhor João Chatiça juntou-se ao bulauê, rapidamente tornando-se numa das vozes principais, bem como importante compositor que criava as músicas. Até agora, ocupa o lugar principal no grupo.

O nome Kasô Tema, que em português seria um Cão Teimoso, justifica a forma como desde início apresentavam os temas que consideravam importantes, mas nem sempre agradáveis, já que, muitas vezes, as músicas eram compostas por uma série de críticas, diretamente ou não dirigidas a certas pessoas. Com os destinatários desta crítica presentes durante a performance, o grupo insistia e insistia com o discurso. “Quando nós começamos a picar gente, eles ficam aqui ou desapareçam” (Entrevista 89.2020).

O grupo é composto por cerca de 16-18 pessoas, entre os quais oito tocadores, um ou dois cantores e as membras, que fazem coro e dançam. Os instrumentos são todos de percussão e não diferem dos instrumentos utilizados noutros grupos de bulauê.

O Kasô Tema, pela forma de elaboração dos seus textos, bem como a energia que caracterizava a sua performance, rapidamente ganhou fama na zona e apresentou-se em vários pontos da ilha de São Tomé.

Recentemente obtiveram um apoio da Câmara Municipal de Caué que forneceu instrumentos novos e, também, fardas, todas iguais. Antes disso “cada um vestia o que queria” (Entrevista 89.2020).

Cantam em forro e em angolar, mas sublinham que o grupo é composto somente por angolares, já que lá em Monte Mário “não há gente de outra raça” (Entrevista 89.2020).

Importa sublinhar o facto que muitos habitantes do distrito, perguntados sobre o bulauê, indicam o grupo Kasô Tema como o primeiro que surgiu no distrito e, consequentemente, o primeiro grupo de bulauê criado em São Tomé e Príncipe.

 

Entrevistas

Entrevista 89.2020, Monte Mário, 9.10.2020

Entrevista 99.2020, Monte Mário, 12.10.2020

Conversas em Monte Mário, Ribeira Peixe, São João dos Angolares, 2019, 2020, 2021

Imagens

Entrevista em Monte Mário.
Entrevista em Monte Mário. Entrevista com os membros do bulauê Kasô Tema e com outros moradores de Monte Mário. Criador: José A. Chambel Data: 9/10/2020

Localização

Metadados

Magdalena Bialoborska Chambel, “Bulauê Kasô Tema,” Mapa Cultural de São Tomé e Príncipe, acedido 26 de Maio de 2024, https://culturastp.com/items/show/8.