Arquivado Sob bulauê

Bulauê Ranca Mandioca

Bulauê Ranca Mandioca de Pantufo

[entrada em construção]

O grupo foi criado em 2019 por Zé Sardinha, responsável pela sua atividade até agora. Apesar da situação epidemiológica no último ano, o grupo - sempre que era permitido - juntava-se para ensaiar, o que se nota na sua performance.

Foi eleito o melhor grupo cultural de São Tomé e Príncipe do ano 2020.

No passado dia 12 de julho de 2021, atuou nas celebrações do Dia da Independência realizadas na cidade de Trindade.

Atualmente, o grupo é composto por 25 membros, entre os tocadores (tambores, chocalhos, gaita de beiços) e membras que cantam e dançam.

O grupo possui o seu próprio equipamento de amplificação de som (microfones e mesa de mistura), o que lhe possibilita as atuações em vários lugares, não dependendo do material da organização dos eventos.

Vídeo

Bulauê Ranca Mandioca Atuação do grupo de bulauê Ranca Mandioca nas nas celebrações do Dia da Independência na cidade de Trindade. 12 de julho de 2021. Vídeo fornecido por Zé Sardinha.

Imagens

Bulauê Ranca Mandioca.
Bulauê Ranca Mandioca. Atuação na cidade de Trindade no dia 12 de julho de 2021. Fot. fornecida por Zé Sardinha.
Bulauê Ranca Mandioca.
Bulauê Ranca Mandioca. Tocadores do grupo de bulauê Ranca Mandioca durante a atuação nas celebrações do Dia da Independência na cidade de Trindade. 12 de julho de 2021. Fot. fornecida por Zé Sardinha.
Bulauê Ranca Mandioca.
Bulauê Ranca Mandioca. Tocadores do grupo de bulauê Ranca Mandioca durante a atuação nas celebrações do Dia da Independência na cidade de Trindade. 12 de julho de 2021. Fot. fornecida por Zé Sardinha.

Localização

Metadados

Magdalena Bialoborska Chambel, “Bulauê Ranca Mandioca,” Mapa Cultural de São Tomé e Príncipe, acedido 26 de Maio de 2024, https://culturastp.com/items/show/19.